Um pontinho no Estádio do Mar

Leixões e Covilhã empatam a zero em jogo em que as duas equipas criaram diversas oportunidades de golo, mas em que revelaram falta de eficácia
0
336

O Sporting da Covilhã empatou no passado sábado de manhã a zero, no estádio do Mar, em Matosinhos, frente ao Leixões, e baixou ao oitavo lugar da classificação, na Segunda Liga, agora já a 12 pontos do segundo, Farense.

Os covilhanenses entraram melhor na partida, dominando, tendo mais posse de bola, mas sem criarem efectivo perigo para as redes à guarda de Stepanovic. A partir da meia-hora o Leixões equilibrou e começou a ameaçar. Aos 31 minutos Joca (um dos melhores em campo) rematou fora da área, por cima da baliza de Carlos Henriques, e dois minutos depois foi André Claro, que na cara do guardião serrano, não consegue marcar, proporcionando uma grande intervenção ao guarda-redes. Carlos Henriques, quatro minutos depois, volta a parar novo intento de Amine, que isolado na área não o consegue desfeitear. E aos 39 minutos, grande jogada na direita do ataque leixonense, no melhor período da equipa de Manuel Cajuda, com a bola a ser cruzada para o interior da área onde André Claro, de forma incrível, falha o remate, quando tinha tudo para facturar.

Na segunda parte, o Covilhã entrou de novo melhor na partida, e já foi criando oportunidades de golo em que, tal como nos leixonenses, faltou eficácia. Rodrigo Martins, um dos melhores do lado covilhanense, tentou com um remate fora da área, o mesmo fez Kukula, sem sucesso, até que aos 58 minutos, o extremo ex-Cova da Piedade protagonizou enorme jogada, em que arrancou do meio-campo, fintou tudo e todos, e à entrada da área rematou para uma boa defesa de Stepanovic.

Aos 73 minutos, na sequência de um canto, o central matosinhense Pedro Pinto, de cabeça, atirou com perigo, ao lado, lance a que o recém-entrado Daffé, aos 79, deu resposta, mas com um remate fraco, à baliza do Leixões.

O último lance de perigo serrano foi de Rodrigo Martins, , que aos 80 minutos atirou, de forma perigosa ao lado, num jogo em que na parte final o Leixões ainda pediu uma grande penalidade, que o árbitro não atendeu, e em que Deivison, lançado aos 77 minutos para o lugar de Kukula, foi expulso, depois de ver amarelos aos 83 e 92 minutos.

Na próxima jornada, no domingo, 1 de Março, o Covilhã recebe, no Santos Pinto, o Chaves, num jogo com início às 14 horas.

Deixe um comentário