Quinta dos Termos quer produzir um milhão de garrafas de vinho por ano

Actualmente, a adega, localizada em Carvalhal Formoso, concelho de Belmonte, produz cerca de 800 mil garrafas de 28 diferentes vinhos. Mas novas quintas adquiridas em Castelo Branco e Douro irão aumentar, em breve, a produção
0
318

“Brevemente, ultrapassaremos um milhão”. É esta a convicção de João Carvalho, empresário proprietário da Quinta dos Termos, que na passada quinta-feira apresentou três novos vinhos que vai lançar para um mercado onde, anualmente, já produz 800 mil garrafas de 28 diferentes vinhos.

Para esse crescimento, muito irão contribuir novas vinhas adquiridas nos concelhos de Castelo Branco (Herdade da Lousa) e Vila Nova de Foz Côa (Quinta do Pocinho), que já este ano irão dar origem a quatro novos vinhos. “Este ano vamos lançar dois novos vinhos da Herdade da Lousa. Um branco, em Maio, e um tinto em Outubro, ambos reservas. E também iremos lançar este ano mais um branco, em Maio ou Junho, e um tinto, em Outubro ou Novembro, da nossa nova quinta, no Douro, no Pocinho” assegura João Carvalho. Que no Douro Superior diz estar a realizar um investimento “considerável”, quer em plantação de novas vinhas, quer na construção de uma nova adega.

A Quinta dos Termos teve, em 2019, um crescimento de cerca de 20 por cento no volume de negócios, em que facturou mais de um milhão de euros. “Foi um crescimento na ordem dos 300 mil euros. Temos tido sempre crescimentos entre os 10 e 20 por cento, e espero que assim continue” diz João Carvalho, que acredita que com a nova quinta no Douro o crescimento por ir “até aos 50 por cento”.

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário