Provedor diz já haver “algum alívio” no Lar de Belmonte

Todos os utentes foram testados
0
639

“Ainda é muito cedo para baixar a guarda, mas já podemos dizer que temos algum alívio”. É assim que o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Belmonte se refere aos casos de covid-19 na instituição, que afectaram mais de uma centena de pessoas, entre funcionários e utentes, tendo-se registado o óbito de quatro idosos do lar.

O surto, que se iniciou há mais de um mês, parece agora dar mais tréguas, segundo o responsável da instituição, mas “não se pode ainda baixar a guarda” avisa José Manuel Figueiredo, que informa que os idosos infectados estão numa situação estável, embora alguns deles continuem hospitalizados.

No passado domingo, a Santa Casa da Misericórdia solicitou às autoridades de saúde que todos os utentes fossem testados, o que acabou por acontecer nesse dia. “Foram momentos difíceis que vivemos, mas que foram ultrapassados com empenho dos nossos funcionários e com a ajuda dos inúmeros voluntários que se apresentaram e continuam ao serviço da Misericórdia de Belmonte”, refere o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Belmonte, que agradece o empenho. Os resultados serão conhecidos esta semana.

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário