Projecto solidário produz máscaras sociais

Mais de 24 mil que serão distribuídas na Cova da Beira
0
139

Um projeto solidário lançado na Covilhã, pela Associação de Desenvolvimento “Beira Serra”, vai permitir a produção de mais de 24 mil máscaras sociais para distribuir gratuitamente pela população da Cova da Beira como medida de protecção face à covid-19.

Com o nome “Contra o Covid, Costurar! Costurar”, a iniciativa integra uma rede de várias entidades parceiras, entre juntas de freguesia, empresas e 110 costureiras em regime de voluntariado. Até ao momento, foram produzidas 12 mil e 500 máscaras de uso social e as restantes serão concebidas numa segunda fase.

Inicialmente pensada com vista à distribuição entre intervenientes dos projectos da Beira Serra, a acção foi rapidamente alargada e, “em apenas 48 horas, foi possível angariar tecido de algodão, TNT, embalagens para entrega, costureiras voluntárias e pessoas que se disponibilizaram para a organização, planeamento, design e distribuição”, sublinhou na segunda-feira, 4, em conferência de imprensa, o presidente da direcção da Beira Serra, Albino Santarém.

Sublinhando a importância da rede parceira para a concretização das primeiras 12 mil e 500 máscaras, este responsável também frisou que os números “falam por si”: “Cento e trinta voluntários, 110 dos quais costureiras provenientes de 16 freguesias dos concelhos de Belmonte, Covilhã, Fundão e Sabugal; 11 entidades envolvidas, mil metros quadrados de tecido, cinco mil metros de elástico, 25 mil metros de linha, seis mil embalagens, 4.200 horas de trabalho voluntários e 37.500 euros de valor criado”.

Começadas a produzir há cerca de três semanas, as máscaras em causa são de uso social e não contam com certificação, mas têm como grande propósito dar uma resposta às necessidades de autoprotecção das pessoas e contribuem ainda para “libertar os recursos cirúrgicos para as entidades onde estes são efectivamente necessários”, ou seja, para as entidades de saúde, tal como explicou o coordenador da Beira Serra, Marco Gabriel.

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário