Portagens motivam protesto dia 17 em Castelo Branco

A Plataforma Pela Reposição das Scut apela à mobilização popular para a iniciativa marcada para as 11h, junto à Secretaria de Estado da Valorização do Interior
0
118

A Plataforma Pela Reposição das Scut na A23 e A25 promove uma tribuna livre, no dia 17, em Castelo Branco, para dar conhecimento das novas acções a realizar face à ausência de decisões por parte do Governo.

“Tivemos uma reunião com o secretário de Estado dos Transportes e nessa reunião, da parte dele, foi manifestada a sua compreensão pela nossa posição, mas disse-nos também que não dependia exclusivamente dele, que fica tudo dependente dos Ministérios da Economia e das Finanças”, explicou à agência Lusa um dos membros da Plataforma, Luís Garra.

Este responsável adiantou ainda que desde essa conversa “não houve mais nada, nem decisões do Governo”. Luís Garra realçou ainda que é necessário que as direcções nacionais dos partidos assumam um “compromisso sério” sobre este assunto.

“É muito fácil aos deputados eleitos pelos círculos de Castelo Branco e da Guarda dizerem que estão a favor da abolição das portagens e votar mesmo a favor no Parlamento, mas isso não tem quaisquer consequências, porque o resto do partido tem uma posição contrária”, sustentou.

Face à não evolução da situação sobre a abolição das portagens na A23 e A25, a Plataforma Pela Reposição das Scut, no seguimento da linha de acções de protesto que tem desenvolvido, decidiu agendar para o dia 17, às 11h00, uma Tribuna Pública sob o lema “Pelo Interior – Repor as SCUT’s, Abolir as Portagens na A23 e na A25”, junto à Secretaria de Estado da Valorização do Interior, em Castelo Branco.

Deixe um comentário