Pedro Álvares Cabral dá mote para “Aldeias em festa”

Dia 19 de Setembro
0
128

A figura do navegador Pedro Álvares Cabral, que descobriu o Brasil em 1500, serve de mote para um dia de festa, em Setembro, na Aldeia Histórica de Belmonte.

Segundo a Associação das Aldeias Históricas de Portugal, o evento que está agendado para o dia 19 de Setembro, no âmbito do ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa”, celebra aquela “incontornável figura da História” e leva o visitante “à descoberta da família Cabral” e do Brasil.

“Com o mote ‘Por Terras de Cabral’, o evento leva-nos numa viagem pela História de Belmonte e até ao Brasil: uma ligação que Pedro Álvares Cabral firmou e que permanece até aos nossos dias”, refere a organização, em comunicado.

Natural de Belmonte, Pedro Álvares Cabral “celebrizou o nome de Belmonte em todo o mundo, quando descobriu o Brasil, em 1500, mas a família Cabral já vinha a marcar, há algum tempo, a História daquele lugar”. “O pai de Pedro Álvares Cabral chamava-se Fernão Cabral I e foi o primeiro alcaide-mor do castelo de Belmonte. Em 1446, tornou o castelo a sua residência, fundando o Paço dos Cabrais (como ainda hoje é conhecido)”, lê-se. Por isso, acrescenta a fonte, a festa na Aldeia Histórica de Belmonte “celebra não só a incontornável figura de Pedro Álvares Cabral e os Descobrimentos, como também a própria família Cabral”.

A iniciativa inclui várias actividades ao longo do dia 19 de Setembro que “prometem um novo olhar sobre a família Cabral e momentos para celebrar a ligação de Belmonte e Portugal com o Brasil”. “Haverá, por exemplo, um almoço brasileiro com o ‘chef’ Valdir Lubave (há muito residente em Belmonte), que dará a provar os melhores sabores do Brasil, e um concerto com a Orquestra Bamba Social & Tiago Nacarato (colectivo de músicos portugueses e brasileiros) que tocará música brasileira no local onde nasceu Pedro Álvares Cabral, ao pôr-do-sol”, é anunciado.

O programa, que começa pelas 10 horas com uma visita teatralizada comentada, inclui almoço brasileiro (13 horas), percurso cenográfico – musical (17 horas), concerto pela Orquestra Bamba Social & Tiago Nacarato (19 horas) e visita teatralizada comentada nocturna (21:30). Devido à pandemia causada pela covid-19, a participação presencial na festa será limitada e sujeita a inscrição prévia, mas terá transmissão via ‘streaming’, nas redes sociais. A inscrição é gratuita e pode ser feita para a totalidade do evento ou apenas para um momento específico.

Deixe um comentário