Palacete do Jardim em processo de classificação

A Câmara da Covilhã deu o parecer favorável à classificação como Monumento de Interesse Público
0
297

A Câmara da Covilhã aprovou, por unanimidade, na sessão camarária de sexta-feira, 25, o início do processo com vista à classificação do Palacete Jardim como Monumento de Interesse Público e a delimitação da zona especial de protecção do edifício.

A proposta de classificação foi aprovada pelo município e será a Direcção Regional de Cultura do Centro a dar seguimento aos procedimentos necessários. O presidente da autarquia, Vítor Pereira, espera que o processo esteja concluído “o mais rapidamente possível”, mas acrescenta existirem variáveis não dominadas pelo município, nomeadamente a emissão dos pareceres necessários, o que “pode levar o seu tempo”.

A classificação do edifício exemplar de Arte Nova, projectado em 1915 por Ernesto Korrodi, visa “preservar aquele património”.

Com o futuro estatuto, “há uma obrigatoriedade, por parte de quem for proprietário do edifício, de respeitar as regras legais relativamente à classificação do respectivo património”. Por exemplo manter a traça, não alterar a fachada, não permitir construções desenquadradas ou que descaracterizem o edifício, localizado junto ao Jardim Público.

“O que queremos é preservar aquele património, que faz parte da nossa história”, acentua Vítor Pereira.

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário