Nasceram menos 95 bebés no hospital da Covilhã

Dados de 2019
0
308

Gonçalo, um bebé saudável com 2,970 quilogramas, foi o primeiro a nascer em 2020 no Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira (CHUCB), na Covilhã. No passado dia 1, Carla e João, um casal do Fundão, foram pais pela primeira vez e espera-se que não seja a última. Até porque, em Portugal, em 2019, a recuperação do número de nascimentos estagnou e a Beira Interior não escapou à tendência, com menos nascimentos nos dois distritos.

Se na Guarda a quebra, segundo dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, foi menor, na ordem dos nove por cento, em Castelo Branco, também com base nestes dados (que constam do Programa Nacional de Rastreio Neonatal- vulgo, teste do pezinho), a descida foi ainda maior, cerca de 18 por cento. No distrito, este ano, nasceram menos 180 bebés.

Segundo dados fornecidos ao NC pelo CHUCB, naquela unidade de saúde, este ano, nasceram menos 95 crianças. Em 2018 tinham sido 543, no ano que passou, 448. No entanto, a unidade de saúde recorda que, de acordo com os Censos 2011, a unidade abrange uma área de influência de 87 mil 869 habitantes dos concelhos da Covilhã, Fundão e Belmonte, menor que as Unidades Locais de Saúde de Castelo Branco (115 mil 733) e Guarda (148 mil 154).

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário