Lítio é preocupação real no Barco

Vítor Pereira admite preocupação
0
356

O vereador do CDS considera que “é altura de a câmara fazer voz grossa ao Governo” para que venha explicar às populações do concelho o que está previsto quanto às reservas de lítio. O presidente do município, Vítor Pereira, diz que “a preocupação é real” e que quanto mais informação existir a esse propósito, melhor.

Adolfo Mesquita Nunes lembrou, na reunião pública da última sexta-feira, 15, que o presidente da autarquia assinou uma petição contra a exploração do metal e manifestou preocupação por as populações não terem informação suficiente sobre os riscos, oportunidades ou as implicações na saúde pública, o que viria a dar aso a alarme social.

O eleito centrista pede que os membros do Governo venham explicar às populações “de que forma é possível compatibilizar uma coisa com a outra, senão serão contra”.

“A minha posição é clara, inequívoca”, salientou Vítor Pereira, fazendo referência à proximidade do rio com o local apontando no Barco e vincando a preocupação caso exista algum “desastre nos tanques” da lavagem do minério e o rio e os lençóis freáticos possam ser contaminados, para além das “explosões constantes, diárias”, na eventualidade de uma exploração tão próxima da freguesia. Por isso existe “alarme”.

“Resta-nos continuar a pugnar para que essa exploração não venha a incomodar a vida dos cidadãos”, reforçou Vítor Pereira.

Deixe um comentário