Funcionários voltam ao trabalho assim que paguem

Funcionários em greve por dois meses de ordenados em atraso
0
546

Os trabalhadores que ontem avançaram, em Belmonte, com a suspensão dos contratos de trabalho na empresa de calçado Belmonte Shoes, voltarão “de imediato” ao trabalho caso a empresa pague os salários em dívida, mesmo que já se encontrem em suspensão de contrato. A garantia foi deixada ontem em comunicado pelo Sindicatos dos Trabalhadores do Sector Têxtil da Beira Baixa.

Ontem, alguns operários iniciaram um período de greve, alegando atrasos nos pagamentos dos salários de Maio e Junho, depois de já terem efectuado um pré-aviso de greve, dando como prazo 8 de Julho para a empresa regularizar a situação. Mas tal não terá ocorrido.

O Sindicato lembra que a empresa começou a laborar em Agosto de 2015, foi apoiada por fundos comunitários e pela Câmara de Belmonte, onde foram ontem tentar falar com Dias Rocha, que não estava, mas via telefone “comprometeu-se a tentar efectuar contactos junto da empresa”. Ao que o NC apurou, nem todos os funcionários fizeram greve.

Mais informação na edição da próxima semana.

Deixe um comentário