Frexes demite-se da distrital do PSD

Antigo autarca garante que não se recandidata ao cargo de deputado na Assembleia da República. Em causa a “inaceitável” condenação “mediática” por alegado crime de corrupção de que está acusado
0
36

O deputado Manuel Frexes demitiu-se da presidência da distrital de Castelo Branco do PSD, informou no passado fim-de-semana em carta enviada aos militantes. Na mesma carta, o antigo presidente da Câmara do Fundão entre 2002 e 2012 comunica também que não se vai recandidatar ao cargo de deputado da Assembleia da República, que exerce actualmente.

Fazendo uma alusão à acusação do Ministério Público, que o constituiu como arguido por suspeitar de alegados crimes de prevaricação e corrupção quando liderava o município do Fundão, Manuel Frexes considera “inaceitável” e “insuportável” a “condenação mediática” a que diz ter sido sujeito. “Assim não vale a pena estar na política. Por ter a consciência tranquila com o meu percurso, por respeitar o meu partido e os militantes que me escolheram para liderar a distrital do PSD de Castelo Branco, tomei a decisão de convocar eleições para a distrital do partido e não me recandidatar ao cargo de deputado na Assembleia da República”, pode ler-se na carta assinada pelo líder demissionário, que acredita dever fazê-lo nesta fase, após as eleições europeias e antes da escolha dos candidatos a deputados pelo círculo de Castelo Branco.

(Notícia completa na edição impressa)

Deixe um comentário