Férias de luxo

Importa destinar um tempo para ser vivido com qualidade e paz suficiente
0
343

O NC vai de férias. Talvez nos pareça ainda hoje, apesar de nos ser dito que as férias têm efeitos positivos na saúde e no bem-estar, um luxo “ir de férias”. Na verdade não o é. Luxo é saber interpretar as necessidades da mente e do corpo que, fatigados do trabalho e das preocupações, reclamam por algum tempo de descanso, para que a seguir tudo se retome com mais energia e vigor.

Embora benefícios do descanso tendam a diminuir várias semanas após o retorno ao trabalho, há um conjunto de efeitos verdadeiramente positivos das férias para a nossa saúde física e mental.

Vivemos numa época em que a condenação do stress, culpado de tantas situações e problemas, mostra bem que não é coisa boa. Mesmo para aqueles que afirmam sentir-se bem num estilo de vida cheio de pressão e sobrecarga, são necessários os momentos de “desligar” de toda a informação, ruído e solicitações em que estamos envolvidos. As férias têm o potencial de quebrar o ciclo do stress, de desacelerar toda a pressão que o ritmo da vida do quotidiano, seja ao nível pessoal, seja profissional, nos envolve.

A incapacidade de se afastar e desligar do trabalho é acompanhada, muitas vezes, por sintomas de esgotamento, que afectam o bem-estar e a produtividade. Desvincular-se do trabalho quando não está dentro do horário de trabalho é obrigatório, sobretudo, no tempo presente em que o escritório, o banco, a agenda, os compromissos se escondem no bolso, sob a forma de um smartphone ou iphone.

Reconhecer a importância das férias, não como um paradigma que nos leva a longas viagens ou a destinos paradisíacos é, antes de tudo, perceber que a mudança de ritmo que elas nos impõem contribui para o aumento da nossa criatividade, da nossa capacidade de entrega, para um fortalecimento interior.

Não importa o destino, nem o lugar. Não importa se as férias são apenas um passeio ou o aproveitamento das belezas naturais que as nossas praias fluviais nos oferecem. Não importa sonhar com grandes planos. Importa sim destinar um tempo para ser vivido com qualidade e paz suficiente, para retemperar e revigorar a mente e o corpo.

As férias são uma excelente oportunidade para a nossa “revisão de vida”: perceber o caminho trilhado, assumir sucessos e fracassos, aprender com eles e projectar um futuro com determinação e assumir as mudanças necessárias para a realização da pessoa.

Para além de tudo isto, as férias têm o poder de melhorar as nossas relações familiares e interpessoais, porque desligados de tantas azáfamas em que o mundo profissional nos envolve, há mais tempo para desenvolver a afectividade, a comunicação, a presença, a partilha para com aqueles que se ama, mas para os quais nem sempre há tempo.

O lazer não é luxo: é sim um importante indicador do nosso bem-estar, satisfação para com a vida, a saúde, o envolvimento no trabalho, a criatividade e, sobretudo, no fortalecimento das nossas relações interpessoais. Afastar todos os pensamentos e preocupações relacionadas com o trabalho demora sempre alguns dias. Portanto, desejando que o consiga, só nos resta dizer: boas férias!

Deixe um comentário