Feira Medieval de Belmonte em “versão breve”

Entre sexta-feira e domingo decorre a "Belmonte Medieval" confinada
0
281

Foto: CMB

Em condições normais, por esta altura, a azáfama era enorme com a montagem de barracas no Centro Histórico de Belmonte para mais uma Feira Medieval. Mas face à pandemia da covid-19, este ano, a feira não se realiza, pelo que a Câmara de Belmonte aposta num novo formato, promovendo a Belmonte Medieval “versionem brevis” (versão breve) entre sexta-feira, 14, e domingo, 16.

Assim, na sexta-feira, 14, às 22 horas, no castelo, há um espectáculo de fogo com Artistas Slavos.

No sábado, 15, às 16 horas e 30, uma visita teatralizada no castelo, meia hora mais tarde animação de rua e à noite, às 22 horas, o espectáculo de teatro “Zacarias, o grande e tudo por uma donzela”, no castelo.

No domingo, 16, animação de rua, de tarde, e às 22 horas, no castelo, novo espectáculo “Apaga fogos reais”.

A autarquia avisa que devido às regras da DGS, os lugares para cada espectáculo estão limitados a 70 espectadores. “Os bilhetes devem ser adquiridos previamente” junto da Câmara de Belmonte ou através do site do município.

Recorde-se que esta semana a Câmara e Empresa Municipal promovem até sexta-feira, 14, a iniciativa “Histórias aos saltos e solavancos.” Segundo a autarquia, trata-se de uma viagem atribulada de um saltimbanco contador de histórias. Um espectáculo itinerante de marionetas que vai percorrer as localidades do concelho.

Além disso, a Câmara também está a promover concursos em que desafia as crianças e os locais. No primeiro, intitulado “A minha vila é um castelo”, as crianças são desafiadas a fazer um desenho sobre o tema medieval para colocarem à porta ou janela de casa. No segundo, intitulado “Belmonte Medieval 2020”, os locais são desafiados a decorarem edifícios (habitações ou comércios) com temas da época, sendo que a melhor decoração recebe 150 euros. O objectivo é “promover um ambiente “medieval”, mesmo não se realizando a feira, de forma a assinalar a sua realização, assim como promover a criatividade” explica a autarquia

Deixe um comentário