Esqui vai chegar às escolas com rampas portáteis

Vagas do Ski 4 All mantêm-se nas 2.300 e as aulas de esqui e snowboard vão decorrer também na neve para crianças que já participaram no tapete sintético
0
262

A Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDIP) vai dar continuidade ao projecto Ski 4 All, que permite a crianças experimentarem fazer, durante um dia, esqui e snowboard, nesta sexta edição com a novidade de os técnicos se deslocarem a algumas escolas.

A decisão está relacionada com a degradação do Ski Parque, em Manteigas, que obriga a reduzir a sua utilização, mas também com a vontade de explicar princípios básicos das duas modalidades em escolas que tenham dificuldade em deslocar-se.

O número de vagas mantém-se: 2.300 pessoas, 1.900 para alunos de escolas do primeiro e segundo ciclos, que pagam o valor simbólico de um euro, verba canalizada para proporcionar a mesma experiência a 400 utentes de instituições para portadores de deficiência.

Segundo Pedro Flávio, vice-presidente da FDIP e a partir de Janeiro director-executivo do organismo, a tempo inteiro, para além das aulas na pista artificial do Ski Parque, alguns grupos, nomeadamente escolas “repetentes”, terão a oportunidade de participar no Ski 4 All em neve real, na Estância de Esqui da Serra da Estrela, para uma “experiência mais imersiva”. Em outros casos serão os técnicos a deslocarem-se a escolas, com equipamento que permite ter o primeiro contacto com as modalidades.

“Há escolas que não vieram por questões logísticas e dificuldades com datas. Nós temos rampas, tapetes, onde é possível replicar a primeira sensação de deslize e aprender a lidar com o material, a calçar o material e deixar nas crianças a vontade de irem mais além”, salienta Pedro Flávio.

(Artigo completo na edição papel)

Deixe um comentário

Mais Notícias