Erros a mais ditam derrota

Covilhã perde frente ao Porto B
0
248

O Sporting da Covilhã perdeu por 4-2, ontem, em Vila Nova de Gaia, frente ao Porto B, para a II Liga.

A equipa de Daúto Faquirá não foi inferior ao adversário, mas errou em demasia. Até uma grande penalidade (que daria o momentâneo empate a três, a 15 minutos do fim) falhou. E por isso, não se pode queixar da sorte, naquela que foi a primeira derrota do treinador, ao fim de cinco jogos para o campeonato (duas vitórias e dois empates nos encontros anteriores).

Numa primeira parte equilibrada, nesta 18ª jornada da Segunda Liga, foi o Porto B, de Rui Barros, a primeira equipa a marcar, pelo central angolano Landis, à meia-hora. A resposta verde e branca, no entanto, foi rápida. Um livre, na esquerda do ataque, em que Bonani não consegue meter a bola na área, com esta a sobrar para Mica Silva que, com peso e medida, a mete “redonda” na cabeça de Deivison (titular na ausência de Kukula),que solto de marcação atira a contar.

Na segunda parte, a toada manteve-se. Muito equilíbrio, mas um Covilhã a errar mais que o adversário, que revelava tremenda eficácia. Aos 53 minutos, os “tripeiros” passaram para a frente do marcador, num erro primário de Zarabi, que ao aliviar um passe de Afonso Sousa deixou a bola em zona central, na área, com o camaronês Taddeus Nkeng a fuzilar o guardião serrano. Sete minutos depois, transição rápida do Porto B, com Nkeng a fazer um passe atrasado para Afonso Sousa fazer, de pé direito, um golo de belo efeito. O Covilhã reduziu por Rodrigo António, e a um quarto de hora do fim, falhou uma grande penalidade que daria o empate, por Gilberto. Perto do fim, mesmo a jogar com menos um, o Porto fez o 4-2, por Fábio Vieira.

 

Deixe um comentário