Diocese peregrina a Fátima

Amanhã e depois
0
296

Cumprindo a tradição, a Diocese da Guarda peregrina esta quarta e quinta-feira (21 e 22) ao Santuário de Fátima, para “para colocar aos pés de Nossa Senhora os seus propósitos, planos e programas pastorais, do novo ano 2019-20”, segundo D. Manuel Felício.

A peregrinação egitaniense, uma das mais antigas das dioceses portuguesas, outrora chamada de “peregrinação a pão e água” iniciou-se esta quarta-feira com um momento penitencial ao qual se sucedeu a participação na procissão das velas. Para esta quinta-feira está marcada a oração da manhã e a celebração da eucaristia que conclui o evento.

O Bispo da Guarda, numa nota que convocava os diocesanos para este momento disse “levar consigo, em particular, o desejo de ajudar os jovens a descobrirem-se a si mesmos e a assumirem as responsabilidades que o momento presente lhes impõe”.

O próximo plano pastoral da Diocese, pensado para três anos, vai centrar-se nas famílias e nos jovens como preocupação imediata.

Segundo Jorge Castela, sacerdote coordenador da Pastoral Diocesana, estes três anos serão ilustrados pelo lema bíblico “Tua mãe e teus irmãos estão lá fora”, que aponta para os “muitos jovens e famílias que estão nas periferias da vida da Igreja e que ela é chamada a cuidar e acompanhar”. O responsável diocesano avançou ainda ao NC que “o primeiro ano deste plano terá uma especial preocupação para com uma prospeção”, a fim de se criarem as melhores condições para se saber como e com quem se pode trabalhar na Diocese.

Para D. Manuel Felício há um especial desejo de “durante os próximos três anos, cuidarmos especialmente das nossas famílias, procurando levar à prática, da melhor maneira, as orientações que nos vieram quer dos dois sínodos sobre a Família quer da exortação apostólica do Papa Francisco “Amoris Laetitia”, assim como começar a preparar a Jornada Mundial da Juventude, a realizar em Lisboa em 2022.”

Deixe um comentário