Daúto Faquirá à espera de “extremos”

Treinador afirma-se satisfeito com o plantel, mas gostava de ver o grupo reforçado nos corredores laterais
0
186

Faúto Faquirá, desde 26 de Dezembro treinador do Sporting da Covilhã, afirma-se satisfeito com o plantel da II Liga de futebol, mas gostava de ver o grupo reforçado com “extremos”.

“Estou contente com o grupo. Agora, se houver a possibilidade de vir um ou dois jogadores, que venham aumentar a concorrência no grupo de trabalho, é sempre saudável, até porque há sempre lesões e saiu o Adriano”, disse o técnico serrano.

Embora satisfeito com a resposta dos jogadores à disposição, que considera estarem a assimilar paulatinamente as suas ideias, considera ser vantajoso “existirem outras opções”, sendo os corredores no ataque as posições que gostava de ver reforçadas.

“É nos corredores laterais, em termos ofensivos, que estamos mais carenciados. Temos menos desequilibradores. Se vier alguém, que seja nesses setores”, salienta.

Daúto Faquirá sublinha que tem conversado com o presidente, José Mendes, e com o diretor desportivo, Vítor Cunha, estando “em sintonia” e tendo a consciência de que qualquer contratação terá de ser “enquadrada com a realidade financeira do clube” e com os objetivos a atingir.

Para o treinador luso-moçambicano, a chegada de novos jogadores terá de representar uma real mais-valia. “Se vier alguém, que seja para ajudar. Que seja não uma aquisição, mas mesmo um reforço”, vinca o sucessor de Ricardo Soares no comando técnico dos “leões da serra”.

Deixe um comentário