Covilhã conhece experiências de cidades UNESCO

Encontro decorreu na passada semana
0
140

Conhecer experiências de outras cidades que já foram candidatas a património da UNESCO, em áreas diferentes da Covilhã. Foi este, em suma, o objectivo da conferência que na passada sexta-feira, 4, juntou no Miradouro das Portas do Sol representantes das cidades de Amarante, Barcelos, Idanha-a-Nova, Braga, Leiria e Óbidos, que passaram o seu testemunho no processo de candidatura a cidades criativas, condecoração dada pela UNESCO.

Regina Gouveia, vereadora da cultura na Câmara da Covilhã, diz que saíram do encontro “conteúdos extremamente uteis, que nos apoiam e motivam para alcançar o sucesso da nossa candidatura”. Recorde-se que a Covilhã concorre a Cidade Criativa da UNESCO na vertente de design.

Para Paula Ganhão, da autarquia de Óbidos, o reconhecimento da UNESCO “não é um fim, é começo”. Já Celeste Afonso, representante de Leiria, recorda que o processo “depende do trabalho, do empenho de cada um e da paixão”. “É no processo que ganhamos o projecto”, vinca a representante de Braga, Joana Miranda.

Já o secretário executivo da Comissão Nacional da UNESCO, Sérgio Rojão, não tem dúvidas de que a candidatura covilhanense “está no bom caminho”.

 

Deixe um comentário