Coro Misto é “exemplo” para o País

Secretária de Estado da Cultura deixa elogio após conquista de medalhas no estrangeiro
0
137

A secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, considera que o Coro Misto da Beira Interior é um dos “melhores exemplos que temos no País”, no que toca ao seu trabalho na área cultural, considerando serem “um orgulho” para o ministério e para o País. Declarações proferidas no passado domingo, na Covilhã, no concerto protagonizado pelo Coro no Salão Nobre da Câmara, onde interpretou o reportório que valeu quatro medalhas de ouro, na Croácia, na Adriatic Pearl Competition, entre 30 de Outubro e 3 de Novembro.

Depois de quatro medalhas e, na sexta-feira, um voto de louvor na Assembleia da República, o Coro recebeu elogios da governante e este ano também apoio por parte do Ministério da Cultura, o que segundo o maestro Luís Cipriano é “a cereja no topo do bolo”. Segundo ele, o sucesso deve-se a muito trabalho e sacrifício de todos, recordando que hoje há condições “normais” para participar em concursos internacionais, o que não aconteceu, por exemplo, há 18 anos atrás, quando o Coro participou pela primeira vez num concurso internacional, na Alemanha. “Foi de autocarro e durante dois dias e meio a comer salsichas, porque não havia apoios”, recordou com humor. Luís Cipriano elogiou também o novo paradigma de apoios da Câmara, que hoje permite que o Coro só se preocupe “em cantar”.

Já Vítor Pereira lembra que desde que chegou à autarquia, em 2013, passou a apoiar regularmente as actividades do Coro Misto, naquilo que foi uma “aposta ganha”. Segundo ele, o coro é “é um grande motor de sinergias” e um exemplo de “trabalho e dedicação à causa”.

Até hoje, o Coro Misto da Beira Interior tem um palmarés de duas medalhas de bronze, 7 de prata e 9 medalhas de ouro conquistadas em concursos internacionais.

Deixe um comentário

Mais Notícias