Cidade Natal e passagem do ano canceladas na Guarda

Autarquia irá assinalar Natal com iluminação e acções de dinamização do comércio local, mas os grandes eventos, como a festa da passagem de ano, devido à pandemia, não se realizam
0
187

O município da Guarda anunciou na passada segunda-feira, 9, que devido à pandemia causada pela covid-19, vai assinalar o Natal com um programa que incluirá acções de dinamização do comércio local e a iluminação de ruas.

“A Cidade Natal não vai ser realizada nos mesmos moldes dos anos transactos. Não serão instalados, na Praça Velha, nem em outros lugares da cidade, equipamentos que promovam o ajuntamento de pessoas. Apenas serão promovidas iniciativas natalícias que incentivem às compras no comércio local”, disse o presidente da autarquia, Carlos Chaves Monteiro.

O autarca, que falava aos jornalistas no final da reunião quinzenal do executivo, acrescentou que este ano, pelo Natal, o município mantém a colocação de iluminação natalícia nas ruas e vai “desenvolver um conjunto de medidas de apoio à aquisição de bens no comércio local”, com apoios à execução de montras de Natal e a atribuição de ‘vouchers’ para aquisição de bens nas lojas locais. Os moldes da atribuição dos ‘vouchers’ serão divulgados mais tarde, sendo que o objectivo da autarquia é fazer com que as pessoas possam aceder aos espaços comerciais e adquirir bens nas lojas e no comércio local. Carlos Chaves Monteiro referiu ainda que este ano o município não deverá realizar o tradicional madeiro de Natal porque promove a concentração e a aglomeração de pessoas.

A Festa da Passagem de Ano “também vai ser cancelada, mantendo-se apenas o fogo-de-artifício”, disse.

Deixe um comentário