Centro Interpretativo do Brulhão espera “luz verde” este mês

União de Freguesias aguarda a aprovação da candidatura, no valor de 199 mil euros, feita para a requalificação do antigo Jardim-de-Infância de Vales do Rio
0
188

O Centro Interpretativo do Brulhão, em Vales do Rio, está mais perto de se tornar uma realidade. A União de Freguesias de Peso e Vales do Rio submeteu a candidatura do projecto ao Programa de Desenvolvimento Rural, no valor de 199 mil euros, e tem a expectativa de ainda este mês ter o financiamento assegurado, para que as obras de reconversão do antigo Jardim-de-Infância da aldeia possam ter início no próximo ano.

A intervenção, segundo Rui Amaro, presidente da União de Freguesias, tem um prazo de execução de um ano e será a autarquia local a suportar os 20% da componente própria do investimento.

“A candidatura já está entregue e, sinceramente, acredito que vai ser aprovada. Durante este mês vamos ter uma resposta. Espero que as obras estejam no terreno no próximo ano”, salienta Rui Amaro.

O espaço vai ter uma parte interactiva e outra museológica. De acordo com o projecto, no local vai ser possível degustar o prato típico da corda do rio, parecido ao maranho, mas feito com outros ingredientes. Vai ser também explicado todo o processo de conceção do brulhão.

“Queremos mostrar as tradições da freguesia na parte mais museológica. Como se fazia antigamente a lavagem das peles, nas águas correntes dos ribeiros, a plantação do serpão, erva aromática do brulhão, o procedimento em si e também os fatos tradicionais da freguesia”, antecipa o autarca.

Esta é também uma forma de, através de um produto gastronómico, procurar atrair visitantes à localidade e, com a promoção do brulhão, criar condições para que terceiros se interessem pela sua comercialização.

O Centro Interpretativo do Brulhão terá ainda a virtude de dar uma nova vida a um imóvel devoluto na aldeia, propriedade da freguesia, realça Rui Amaro, que explica que o Jardim-de-Infância foi integrado mo edifício escolar de Vales do Rio.

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário

Mais Notícias