Casa cheia no livro de memórias do padre Sousa

Capelão do CHUCB apresenta livro
0
542

Foi com um auditório do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira (CHUCB) repleto de amigos que João Casteleiro, presidente do conselho de administração daquela unidade hospitalar, apresentou o recém-editado livro de memórias do padre José Augusto de Sousa, capelão da instituição.

Com uma vida dedicada à missão, particularmente, a Moçambique, o sacerdote da Companhia de Jesus, lançou na passada sexta-feira, 5, o segundo volume das suas memórias.

João Casteleiro, a quem coube a missão de dar a conhecer a obra, destacou, precisamente, “ a memória do padre Sousa”, que o leva a “conhecer o segurança da entrada até ao enfermeiro do quinto piso do hospital”. O clínico que dirige o CHUCB destacou ainda a presença de cerca de 15 anos como capelão do hospital como uma oportunidade para que este sacerdote, natural de Magueija (Castro Daire), se tornasse um cidadão da Covilhã.

Ao mesmo se referiu o presidente da Câmara Municipal da Covilhã, destacando a “afabilidade e amabilidade” do padre Sousa que têm dado grande testemunho e contributo à cidade da Covilhã, que se “orgulha de o ter por cidadão”, frisou.

O livro agora apresentado constitui um conjunto de memórias deste sacerdote de 86 anos, cuja vida tem sido dedicada aos outros, sem reservas. O Bispo da Guarda, também presente na ocasião, destacou mesmo que “o melhor livro escrito pelo Padre Sousa é o da plateia presente, que mostra como este sacerdote sempre olhou e respeitou as pessoas nas suas diferentes dimensões”.

José Augusto de Sousa deixará em breve o serviço de capelão do CHUCB, passando a sua missão a outro sacerdote jesuíta, padre Vítor Lamosa, recentemente chegado à Covilhã.

Deixe um comentário