Carlos Pinto sugere linha telefónica regional de saúde

Aproveitando recursos do call center e Faculdade de Ciências da Saúde
0
173

Carlos Pinto, vereador do Movimento De Novo Covilhã, sugeriu na sessão camarária de sexta-feira, 20, que seja aproveitada a proximidade e os recursos da Faculdade de Ciências da Saúde e do call center da cidade para que se crie uma “linha regional” de atendimento à população, alternativa à saturada Linha de Saúde 24, que “informe e tranquilize” a população e lhe dê a resposta necessária.

O antigo presidente da Câmara da Covilhã propôs que se recorra aos alunos finalistas de Medicina na Universidade da Beira Interior e que se criem condições para que, com os seus conhecimentos, prestem esse serviço a partir das suas casas, adiantou ao NC.

Segundo o autarca a ideia seria recorrer aos estudantes, que prestariam informações com base no manual da linha de saúde 808 24 24 24.

Sobre as medidas apesentadas pela maioria de apoio aos munícipes para combater o surto do novo coronavírus, Carlos Pinto considera-as “adequadas”, embora saliente que “nunca tudo é suficiente” numa situação destas e frisa que “o que foi apresentado tem alguma base para começo” e é preciso ir prestando atenção para fazer ajustamentos.

O vereador do movimento independente vincou que, embora as reuniões tenham passado a ser exclusivamente à porta fechada, a lei diz que “são públicas” e as intervenções nela feitas, por videoconferência, tem obrigatoriamente de ser disponibilizadas na página do município.

Deixe um comentário