Capucho quer a equipa a dar “mais qualquer coisa”

Possibilidade de reforços está a ser equacionada
0
127

O novo treinador do Sporting da Covilhã, Nuno Capucho, diz que a equipa pode “dar mais qualquer coisa” e promete ser exigente para tornar a formação do Sporting da Covilhã mais competitiva.

“Quero uma equipa que saiba jogar, se houver possibilidade, que saia a jogar com a bola controlada, que dê possibilidade aos alas de jogares no um contra um. Se não conseguirmos jogar dessa forma, procurar outra. Temos de ter um plano b e um plano c, porque quando o adversário nos cria dificuldades, temos de alterar comportamentos”, referiu o sucessor de Daúto Faquirá, na conferência de imprensa após a vitória por 2-1 sobre o Varzim.

Para o antigo médio, a equipa jogar melhor. “Acho que nós podemos fazer muito mais e, a partir de amanhã [domingo], vai começar a exigência, e a minha exigência só vai beneficiá-los, porque acho que eles podem jogar melhor”, acentuou.

Capucho fez apenas um treino com a formação serrana e frisou que, “quase não sabendo o nome de alguns jogadores”, acredita “no carácter” e no “espírito guerreiro” dos que conhece e procurou, para a primeira partida à frente dos “leões da serra”, transmitir confiança.

O novo técnico, que chegou ao Sporting da Covilhã com a equipa no fundo da tabela classificativa, notou maiores debilidades no sector atacante, mas acentuou querer primeiro conhecer o grupo para depois pensar em reforços.

“Só treinei uma vez. É uma situação que vamos ver e de que vamos falar. Se houver possibilidade de virem jogadores acrescentar algo à equipa, pode-se pensar nisso”, sublinhou. “A equipa mostrou que pode dar mais qualquer coisa”, vincou Capucho.

Deixe um comentário