Campeonatos jovens acabam, mas classificações e títulos estão por decidir

0
517

É o caso mais gritante no futebol de formação do distrito. No distrital de iniciados, entre primeira e segunda fase, a União Desportiva de Belmonte, em 16 jogos, tem 16 vitórias, um total de 88 golos marcados, apenas cinco sofridos, e liderava, até à paragem dos campeonatos, a seu belo prazer, a prova, com vantagem confortável sobre Desportivo de Castelo Branco e Sporting da Covilhã. Porém, a época que se perspectivava de sonho, pode tornar-se num enorme pesadelo face ao covid-19. É que, para já, os campeonatos acabam, por determinação da Federação Portuguesa de Futebol, acabam. Não há subidas nem descidas e resta saber se, pelo menos, os títulos são atribuídos.

Em comunicado, na passada semana, a Associação de Futebol de Castelo Branco (AFCB) garantia que, no que diz respeito às provas distritais, “embora se aplique a norma da conclusão imediata das provas oficiais de formação, informamos que está ainda por definir o efeito desportivo da decisão, nomeadamente a atribuição de títulos,  apuramento de vencedores e distribuições classificativas, porquanto essa decisão é da responsabilidade exclusiva da AFCB e apenas será tomada na próxima reunião de direcção.”

A AFCB dizia que iria auscultar outras associações do País, tomando uma decisão ainda esta semana. Depois de, no final da passada semana, a Federação ter decido a conclusão de todas as provas de formação, pelo facto do estado de emergência poder prolongar-se no País, bem como a suspensão de aulas. Para a FPF, “persiste uma ligação indissociável entre a escola e o desporto”, pelo que entendeu que a prioridade de pais, avós, filhos e netos “deve ser, obviamente, a de se dedicarem à protecção uns dos outros e às exigências escolares, em nome do direito à protecção da saúde.”

(Notícia completa na edição PDF)

Deixe um comentário