Câmara aprova orçamento de 47,2 milhões

Cerca de mais quatro milhões que no ano passado
0
134

A Câmara da Covilhã aprovou, na reunião extraordinária de 30 de Outubro, o Plano e Orçamento para o próximo ano, no valor de 47,2 milhões de euros, quatro milhões acima comparando com o ano em curso. O documento contou com o voto contra do vereador do CDS, que o considera “poucochinho, com pouca ambição e com pouca vocação para a captação de investimento e de emprego”. Vítor Pereira, presidente do município, por outro lado, afirma ser “ambicioso, realista, prudente, adaptado à realidade”.

Para 2020 a autarquia prevê 33 milhões de euros de receitas correntes e 14 milhões de despesas de capital, já as despesas correntes são estimadas nos 27 milhões de euros e as despesas de capital nos 20 milhões, de acordo com Vítor Pereira, que acentua não vender ilusões.

“Nós não podemos fazer orçamentos de 100 milhões de euros para depois só executarmos 20%. Nós não vivemos de grandezas, vivemos da realidade e não vendemos ilusões, nem queremos enganar os nossos concidadãos”, sublinhou o presidente, no final da sessão, realizada à porta fechada.

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário