Bebés receberam “símbolo da vida”

Crianças nascidas no Centro Hospitalar participaram na cerimónia onde lhes é entregue uma oliveira para verem crescer
0
481

Leonor, de dez anos, está habituada a apanhar a azeitona de uma oliveira muito particular. Tem a sua idade e foi plantada junto à sua casa, no Teixoso. Ao lado está reservado o lugar onde a do irmão Lourenço, nascido este ano, irá crescer.

É a sua oliveira, diz. “Não é uma árvore qualquer”, reforçam os pais, Vera Gonçalves e Pedro Nunes. Foi oferecida na cerimónia religiosa no âmbito da Semana do Bebé, promovida pelo Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira (CHUCB), com o intuito de, simbolicamente, reforçar os laços com a instituição onde as crianças nascem.

Leonor chega com os pais e o irmão Lourenço. Há dez anos, foi ela uma das protagonistas da cerimónia realizada na Igreja da Boidobra, num dia de sol, a contrastar com a chuva do último sábado, 19. Criou uma relação de proximidade com a oliveira que os pais levaram nesse dia para casa. Colhe-a, as azeitonas são depois retalhadas, preparadas e consumidas pela família ao longo do ano.

“São árvores que vão crescer com eles e é uma recordação que fica do nascimento dos meus filhos, além de ser um símbolo de vida”, salienta Vera Fernandes, que elogia a iniciativa promovida desde 2008.

(Reportagem completa na edição papel)

Deixe um comentário

Mais Notícias