Autarquia uniformiza preços no prolongamento de horários

Para promover "equidade" nas escolas
0
106

Com o objectivo de “diminuir as desigualdades sociais existentes e promover a equidade”, desde 1 de Outubro que os espaços de prolongamento de horário no município, sejam geridos pela Câmara da Covilhã ou pelas associações de pais ou juntas de freguesia, passam a ter preços uniformizados para cada escalão.

Tanto na Componente de Apoio à Família (CAF) ou ATL, no primeiro ciclo, como nas Actividades de Animação e Apoio à Família (AAAF) o primeiro escalão fica isento do pagamento. O segundo e terceiro escalões registam um aumento de 15 euros, mas o valor é diluído no preço das refeições. O segundo escalão, que pagava metade, deixa de ter esse custo. O terceiro tem agora um desconto de 50 % nas refeições.

No final de contas o valor total a pagar é o mesmo para estes dois escalões, mas sobe para os restantes.

“Esta uniformização de critérios implicou que se alterassem alguns preços nalguns escalões para mais – porque os ATL têm de ter sustentabilidade, não se trata de uma câmara, que tem de ter as mesmas obrigações sociais – e a diminuição de preços em outros escalões”, referiu Regina Gouveia, a vereadora com o pelouro da Educação, durante a reunião pública da última sexta-feira, 25.

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário