ASTA espera poder criar novo espectáculo e festival

Associação fez 20 anos
0
355

Apesar do cancelamento de algumas actividades agendadas para este ano, devido à pandemia da covid-19, a ASTA- Associação de Teatro e outras Artes, sediada na Covilhã, tem prevista a produção de um novo espectáculo, a partir do texto Correção de Thomas Bernhard, e o desenvolvimento do Projecto Tecer, em parceria com Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e dos municípios da Covilhã, Fundão, Guarda, Belmonte e Sabugal, que resultará “num espectáculo de teatro comunitário com participantes e apresentações nestes cinco municípios.”

O anúncio é feito em comunicado que visou assinalar, na passada segunda-feira, 4 de Maio, a fundação da companhia há 20 anos atrás. “É a partir da Covilhã que esta companhia profissional se dedica ao teatro e às outras artes. São 20 anos de trabalho continuado a combater as assimetrias regionais no acesso à cultura e na democratização das artes” explica a companhia que, caso as condições no País e no mundo o permitam, tem em agenda uma digressão nacional e internacional, que levará alguns dos seus últimos trabalhos a vários locais. Bem como a realização de três festivais: a 24.ª edição do Ciclo de Teatro Universitário da Beira Interior, em parceria com o TeatrUBI; a 11.ª edição do Festival de Dança e Movimento Contemporâneo; e o novo festival da ASTA, o Portas do Sol – Festival de Artes de Rua, bem no Centro Histórico da Covilhã.

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário