Aquália toma conta da água em Belmonte

Câmara adjudica, por dois anos, a gestão comercial dos sistemas de água e saneamento à empresa espanhola por 278 mil euros
0
557

A Aquália foi a única empresa a concorrer, e assim, a vencer o concurso público lançado pela Câmara de Belmonte, para a prestação de serviços na gestão comercial dos sistemas de abastecimento de água e saneamento de águas residuais do concelho, pelo que, doravante, será esta empresa espanhola (uma das maiores do mundo no sector) a assumir assuntos como a troca de contadores, leitura dos mesmos e facturação. A adjudicação do serviço à empresa foi dada a conhecer na passada quinta-feira, 20, na reunião pública do executivo. A Aquália irá receber, em dois anos, cerca de 278 mil euros mais IVA.

“Espero, sinceramente, que o serviço melhore substancialmente. Espero anunciar, em breve, que já não estamos com 60 por cento de perdas de água, um valor insuportável para as finanças da Câmara. Espero continuar a servir bem as populações que terão que assumir a responsabilidade de pagar a água que consomem” afirma o autarca belmontense, que diz ter, neste sector, actualmente, dívidas na ordem dos 160 mil euros. “Isso não se pode manter. As pessoas têm que pagar. Se não o fizerem, sofrem as consequências” avisa Dias Rocha.

No entanto, o autarca recusa que este contrato possa dar caminho à concessão da rede em baixa, como acontece, por exemplo, no Fundão, com a empresa AquaFundália. “Por enquanto não pensamos nisso. Queremos é resolver os nossos problemas. Sabemos que temos algumas carências em baixa, como redes que têm que ser substituídas. Mas vamos é ter uma gestão muito rigorosa e acho que vai correr bem” frisa o autarca, que acredita ter um serviço “mais adequado” ao século XXI.

(Notícia completa na edição papel)

Deixe um comentário