Alunos de Medicina contestam prova de especialidade fora da Covilhã

Petição online já está a correr
0
135

O Núcleo de Estudantes de Medicina da UBI (MedUBI) está a promover uma petição online contra a intenção de reduzir o número de locais de realização da prova que permite aos recém-graduados de medicina acederem à especialidade médica.

Em comunicado, o presidente do Núcleo, Francisco Capinha, diz que com a publicação do aviso de abertura do concurso para internato médico 2020 foi “tornada pública a intenção de reduzir” o número de locais para a prova, um dos momentos “mais determinantes” dos alunos de medicina. Segundo o mesmo, a partir deste ano, só se podem realizar provas em Coimbra, Lisboa, Funchal e Ponta Delgada, “excluindo a cidade da Covilhã”.

Para este responsável, os alunos de Medicina da UBI ficam assim numa situação de “iniquidade” para com os colegas de outras escolas no que diz respeito aos locais de prova, estando impossibilitados de, à semelhança de anos anteriores, “realizarem a prova na área geográfica da sua escola médica”. Francisco Capinha classifica a situação de medida “centralista”, que mais uma vez coloca “a região do Interior e os seus estudantes numa situação desigual para com os grandes centros urbanos”.

Segundo o MedUBI, a petição conta já com cerca de quatro mil assinantes.

Deixe um comentário