Alcains tem 12 jogadores infectados

0
183

O Clube Desportivo de Alcains (CDA) tem 12 jogadores da equipa de futebol sénior infectados com o novo coronavírus, que provoca a covid-19.

“O Clube Desportivo de Alcains tem alguns casos [infectados com o novo coronavírus] que estamos a acompanhar”, afirmou o presidente da Câmara de Castelo Branco, José Augusto Alves.

O autarca, que falava durante uma conferência de imprensa para fazer o ponto de situação relativo à situação pandémica no concelho de Castelo Branco, adiantou que também no lar do Centro Social Beneméritos, em Póvoa de Rio de Moinhos, foram registados novos casos de infectados com a covid-19. “Na passada semana havia 22 utentes infectados que passaram agora para 24. Os funcionários que eram sete (cinco assistentes, uma médica e uma enfermeira) registaram mais um caso, passando para oito”, frisou. O autarca realçou que a situação na Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) de Póvoa de Rio de Moinhos “está estável”.

Já sobre os casos registados no CDA, 12 jogadores deram positivo para o SARS-CoV-2 e, segundo o responsável pela Unidade Pública de Saúde (UPS) de Castelo Branco, Joaquim Serrasqueiro, “estão todos confinados”, sendo que a situação está a ser acompanhada pelo próprio clube e pelas entidades de saúde. Por seu lado, a directora clínica da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco (ULSCB), Eugénia André, indicou que, neste momento, existem nas várias valências daquela instituição 14 funcionários em quarentena. “Nenhum é médico. Cinco são enfermeiros, três assistentes operacionais e os restantes assistentes técnicos”, afirmou. A responsável acrescentou que todos esses casos tiveram origem no exterior e não no seio da ULSCB.

Esta responsável sublinhou ainda que actualmente existem na área de abrangência da ULSCB, 129 casos activos no concelho de Castelo Branco, 28 em Idanha-a-Nova, oito em Penamacor e nenhum caso em Vila Velha de Ródão. Na Sertã existem seis casos activos, em Proença-a-Nova oito, enquanto Oleiros e Vila de Rei não têm qualquer caso registado.

O presidente da Câmara de Castelo Branco, o responsável pela Unidade de Saúde Pública e a directora clínica da ULSCB deixaram um forte apelo para que os cidadãos cumpram as normas definidas pela Direcção Geral de Saúde (DGS), sobretudo, a higienização das mãos, o uso da máscara e o distanciamento físico.

Deixe um comentário