Adolfo quer grupo que antecipe “crise severa”

Vereador do CDS considera importante “trabalhar já” na ajuda ao tecido económico porque “há muita gente que vai precisar de ajuda”
0
72

Adolfo Mesquita Nunes, do CDS, defende que a Câmara da Covilhã crie um grupo de trabalho que prepare o município para as dificuldades económicas que se avizinham após o surto do novo coronavírus.

O eleito do CDS alertou na reunião da autarquia de sexta-feira, 20, realizada por videoconferência, para a necessidade de se “trabalhar já” na ajuda ao tecido económico, porque “há muita gente que vai precisar de ajuda”.

“Sugeri a criação de um grupo de trabalho, juntando câmara, associações empresariais e sindicatos, para estudarmos medidas necessárias à reactivação da actividade comercial e empresarial do concelho – já que se avizinha uma crise severa”, informa, ao NC, Adolfo Mesquita Nunes.

Adolfo Mesquita Nunes salienta ser o momento de “união de esforços” e acentua a importância de garantir uma “rede social” de apoio aos mais idosos, grupos de risco e aos voluntários, para que possam exercer a sua função em segurança.

Deixe um comentário