Director Luís Freire | Fundado em 1913 | Assinatura | Contactos | Publicidade | Ficha Técnica
Entrar | Registe-se | Ajuda
Banner Topo Direita
O semanário mais antigo
do Distrito de Castelo Branco
tempo 10 ºC
Covilhã
Sábado, 23 de Março
|
|
|
|
|
|
Subscrever RSS Feed RSS Feed
Onde estou? » Opinião » Opinião

O convento, o capitão e o embargo de obra nova

2019-03-06
 


 
O Arquivo do Tribunal da Covilhã

23 de Maio de 1831.

 

A Primavera estava no seu auge e a canícula aquecia o casario da encosta serrana.

 

Os nove frades franciscanos “resmoem” o almoço junto ao chafariz de quatro bicas, que fornece água de primeiríssima qualidade ao convento e é o seu encanto.

 

É o pretexto para os religiosos "lavarem as vistas" com as "criadas de servir", que aí vão diariamente com a superior autorização do Padre Guardião.

 

O síndico do convento, Francisco da Paula Leitão, andava preocupado com a construção de obra nova, junto à cerca do convento.

 

O capitão Francisco Rodrigues Antunes construíra sobre o canal e a arca que conduzia as águas para o Convento, desviando-as.

 

A influência do militar na vila, obriga o Juiz de Fora Luís da Cunha Lima, a nomear um “Letrado Fora da Terra”, para assistir o Padre Guardião na lide.

 

“O Convento dos Religiosos de S. Francisco desta villa de Covilham tem o domínio de hum Nascente de Agoa, que serve aos servos do mesmo Convento exclusivamente, com seo chafariz de quatro bicas, por onde desagoa no claustro da sua caza, com seo aqueduto subterrâneo, que atravessando o terreiro fronteiro ao dito Convento athe uma Arca sita ao simo da rua de Francisco de Almeida Saraiva, no sitio do Batoreo, serve de conduzir ao dicto Chafariz a mencionada Agoa.”

 

Esse direito dos religiosos à melhor água da Covilhã e arredores, tinha já impedido que António Rodrigues Maia, no ano de 1776, edificasse aí uma casa.

 

11 de Agosto de 1831.

 

Na casa de residência do Juiz Cunha Lima, foram inquiridas as testemunhas Luis Rodrigues Mouzaco, cardador, Jozé Francisco, apontador de lans, Ana Roza, Brites Maria, Pedro e Joaquim da Silva, Oficiais da Vara, Francisco Teixeira, carpinteiro, Manuel Nunes da Costa, fabricante, Jozé Bentto Saraiva, alfaiate, e outros, cujos depoimentos se espraiem por 15 folhas e 5 sessões, devidamente conjugados com a louvação.

 

A 6 de Julho de 1832, ainda se discute a nomeação dos louvados.

 

O louvado Francisco de Almeida Saraiva escreve umas letras ao processo, resmungando “ …que há bastante tempo que está deitado em sua cama, com sua terrível moléstia da Gota, que o priva do exercício de pernas e de braços, não podendo por isso comparecer em a Vistoria.”

 

Dezembro de 1832.

 

O Capitão Francisco Rodrigues Antunes e sua mulher, por escritura de composição com o Sindico do Convento de S. Francisco, estando em “Cauza o Embargo de Obra Nova”, põem fim às hostilidades judiciais.

 

Em 1834, ano da extinção das ordens religiosas, ainda amesendavam no convento nove frades e “nenhum se evadio delle, servio hostilmente contra a legitimidade da Nossa Augusta Rainha a Senhora D. Maria Segunda”.

 

Saíram os religiosos e entraram os militares do regimento de infantaria n.º 12, que ocuparam com as suas armas, o antigo convento de S. Francisco.

 

Mas esta, é uma outra história, de fuga, rebelião, vinhaça e fervor patriótico ao D. Miguel.

 

 
Avelino Gonçalves
 
Tags:
Classificar artigo: 
   
 
Comente Comente     Imprimir Imprimir     Enviar artigo Enviar artigo
Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado
Entrar ι Registe-se
!!SQL|3|open|select nome, email from REGISTO where id='@@CS|usrid@@'!! !!SQL|3|close!!
O Seu Nome:
O Seu E-mail:
O Nome do Amigo:
O E-mail do Amigo:
A sua Mensagem:
Código de Segurança:
Confirme o Código de Segurança.
Por favor insira os 6 caractéres que estão presentes na imagem.
A inserção dos caractéres é sensível a maiúsculas e minúsculas (case sensitivity).

EDITORIAL

Uma nova ecologia

Luís Freire       Editorial

OPINIÃO

Tradições são tradições

Sérgio Saraiva
Editorial

 


Últimas
Mais comentados
Mais lidos
Continuar a partilhar as tradições que nos foram doadas e referenciadas em suas datas oportunas, é uma valência que não poderemos perder…
Anúncios Imobiliários
 

Moradia Geminada T4 TRIPLEX


Moradia Geminada T4 TRIPLEX

Para: Venda
São Martinho do Bispo e Ribeira de Frades, Coimbra

Consultar

Apartamento T3


Apartamento T3

Para: Venda
São Pedro, Figueira da Foz

Consultar

Loja


Loja

Para: Venda
, Figueira da Foz

Consultar

Terreno Para Construção


Terreno Para Construção

Para: Venda
Castelo Branco, Castelo Branco

Consultar

NC TV
 


Inquérito   Inquérito


Jornal Notícias da Covilhã Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco, expertmedia, xmedia