Director Luís Freire | Fundado em 1913 | Assinatura | Contactos | Publicidade | Ficha Técnica
Entrar | Registe-se | Ajuda
Banner Topo Direita
O semanário mais antigo
do Distrito de Castelo Branco
tempo 26 ºC
Covilhã
Quinta-Feira, 23 de Maio
|
|
|
|
|
|
Subscrever RSS Feed RSS Feed
Onde estou? » Secções » Centrais

Australianos vão procurar lítio em quase metade do concelho

2019-05-08
 


 
Grupo australiano vai fazer prospecção de lítio e outros minerais numa área de 462 quilómetros quadrados que abrangem os municípios da Covilhã, Fundão, Penamacor e Idanha-a-Nova

 

Uma empresa australiana recebeu autorização do Governo para fazer, durante cinco anos, prospecção de lítio numa área que corresponde a “quase metade” do território do concelho da Covilhã e se alarga aos municípios do Fundão, Penamacor e Idanha-a-Nova, numa extensão de 462 quilómetros quadrados. O aviso foi publicado a 10 de Abril em Diário da República e a informação foi adiantada por Luís Morais, presidente da União de Freguesias do Barco e Coutada, na Assembleia Municipal realizada no último dia do mês.

 

O autarca manifestou desde logo o seu descontentamento. A discussão pública decorre até 25 de Maio e Luís Morais adiantou a intenção de contestar a decisão que abrange a Serra da Argemela. Esta operação, que surpreendeu o presidente de junta, não implica a realização de estudos de impacto ambiental para ter início, frisa.

 

Em causa está a atribuição de “direitos de prospecção e pesquisa de depósitos minerais de ouro, prata, chumbo, zinco, cobre, lítio, tungsténio, estanho e outros depósitos minerais ferrosos e minerais metálicos associados” numa área que abrange 222 quilómetros quadrados no concelho da Covilhã, mais as zonas incluídas no Fundão, Penamacor e Idanha-a-Nova, um território delimitado a que o grupo australiano Fortescue Metals Group Exploration Pty Ltd denominou “Volta”.

 

“No nosso caso, estamos a falar de uma área quase equivalente a metade do nosso território. Temos 550 quilómetros quadrados e eles querem fazer estudo em 222”, pormenoriza Vítor Pereira, presidente da Câmara da Covilhã.

 

(Notícia completa na edição papel)

 
Ana Ribeiro Rodrigues
 
Tags: Lítio, Argemela, minério, minas, zêzere
Classificar artigo: 
   
 
Comente Comente     Imprimir Imprimir     Enviar artigo Enviar artigo
Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado
Entrar ι Registe-se
!!SQL|3|open|select nome, email from REGISTO where id='@@CS|usrid@@'!! !!SQL|3|close!!
O Seu Nome:
O Seu E-mail:
O Nome do Amigo:
O E-mail do Amigo:
A sua Mensagem:
Código de Segurança:
Confirme o Código de Segurança.
Por favor insira os 6 caractéres que estão presentes na imagem.
A inserção dos caractéres é sensível a maiúsculas e minúsculas (case sensitivity).

EDITORIAL

A Europa lá e nós por cá!

Luís Freire       Editorial

OPINIÃO

Achegas para a história do Ferro

Carlos Madaleno
Editorial

 


Anúncios Imobiliários
 

Moradia Geminada T2


Moradia Geminada T2

Para: Venda
Maiorca, Figueira da Foz

Consultar

Apartamento T4 DUPLEX


Apartamento T4 DUPLEX

Para: Venda
Tavarede, Figueira da Foz

Consultar

Apartamento T2 DUPLEX


Apartamento T2 DUPLEX

Para: Venda
Santo Varão, Montemor-o-Velho

Consultar

Apartamento T3 DUPLEX


Apartamento T3 DUPLEX

Para: Venda
Covilhã e Canhoso, Covilhã

Consultar

NC TV
 


Inquérito   Inquérito


Jornal Notícias da Covilhã Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco, expertmedia, xmedia