Director Luís Freire | Fundado em 1913 | Assinatura | Contactos | Publicidade | Ficha Técnica
Entrar | Registe-se | Ajuda
Banner Topo Direita
O semanário mais antigo
do Distrito de Castelo Branco
tempo 13 ºC
Covilhã
Sábado, 16 de Fevereiro
|
|
|
|
|
|
Subscrever RSS Feed RSS Feed
Onde estou? » Secções » Centrais

Na Beira com o coração na Venezuela

2019-01-30
 


 
Em Aldeia de São Francisco de Assis 28 filhos da terra ou lusodescendentes regressaram da Venezuela devido à insegurança e à crise económica e social

 

Já tinha ficado sem a mãe, num sequestro que terminou da pior maneira. Nos últimos anos as filas de racionamento de alimentos tornaram-se habituais, tal como a ausência de bens de primeira necessidade. Encontrar medicamentos era uma aventura e começou a ter dificuldade em obter as matérias-primas para a sua empresa de produtos químicos. A fome fez aumentar a insegurança no país e já tinha medo de andar na rua, em Caracas. “Saía de casa, mas nunca sabia se regressava”, conta, com uma serenidade aparente, Helena Firmino, 56 anos, que há dois meses regressou da Venezuela para Aldeia de São Francisco de Assis, onde ao longo da vida vinha de férias a cada dois anos.

 

Com a desvalorização da moeda para valores que jamais imaginaria e o custo desproporcional de tudo, conseguiu chegar a Portugal financiada pela “fundação pai”, ri. Refere-se à ajuda de Pedro Firmino, 86 anos, que pagou a viagem através de uma agência de viagens com filial nos Estados Unidos da América. Uma passagem custa agora mais de dois mil euros. O salário mínimo nacional desceu para o equivalente a cerca de seis euros, o suficiente para comprar pouco mais do que um quilo de arroz.

 

Vivia num país “como não há”. Um país de imigração, próspero, onde “era fácil vingar na vida”, com um clima tropical e “gente alegre”. Agora, a Venezuela, onde residem cerca de 300 mil portugueses ou lusodescendentes, é o país de onde saem diariamente cinco mil pessoas devido à crise política, económica e social.

 

(Reportagem completa na edição papel)

 
Ana Ribeiro Rodrigues
 
Tags:
Classificar artigo: 
   
 
Comente Comente     Imprimir Imprimir     Enviar artigo Enviar artigo
Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado
Entrar ι Registe-se
!!SQL|3|open|select nome, email from REGISTO where id='@@CS|usrid@@'!! !!SQL|3|close!!
O Seu Nome:
O Seu E-mail:
O Nome do Amigo:
O E-mail do Amigo:
A sua Mensagem:
Código de Segurança:
Confirme o Código de Segurança.
Por favor insira os 6 caractéres que estão presentes na imagem.
A inserção dos caractéres é sensível a maiúsculas e minúsculas (case sensitivity).

EDITORIAL

Sacudir a água do capote

Luís Freire       Editorial

OPINIÃO

Missão cumprida

Vítor Pereira
Editorial

 


Anúncios Imobiliários
 

Escritório


Escritório

Para: Arrendamento
Castelo Branco, Castelo Branco

Consultar

Terreno


Terreno

Para: Venda
Assafarge e Antanhol, Coimbra

Consultar

Loja


Loja

Para: Venda
Tábua, Tábua

Consultar

Moradia Isolada T5


Moradia Isolada T5

Para: Venda
Eiras e São Paulo de Frades, Coimbra

Consultar

NC TV
 


Inquérito   Inquérito


Jornal Notícias da Covilhã Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco, expertmedia, xmedia