Director Luís Freire | Fundado em 1913 | Assinatura | Contactos | Publicidade | Ficha Técnica
Entrar | Registe-se | Ajuda
Banner Topo Direita
O semanário mais antigo
do Distrito de Castelo Branco
tempo 26 ºC
Covilhã
Quinta-Feira, 23 de Maio
|
|
|
|
|
|
Subscrever RSS Feed RSS Feed
Onde estou? » Secções » Cultura

Canto dos Martírios regressa à Boidobra

2019-04-17
 


 
Iniciativa promovida pelo Rancho Folclórico não se realizou no ano passado

 

Com as luzes desligadas, apenas tochas a iluminarem, António Machado, Carolina Marques e Raquel Machado, posicionados no campanário da antiga igreja e numa varanda, vão cantar esta quinta-feira, 18, os Martírios, na Rua de Santo André, na Boidobra, às 22h.

 

A tradição dos cantos pascais do início do século XIX foi retomada na década de 80, pelo Rancho Folclórico da Boidobra. No ano passado a iniciativa não se realizou. Segundo o presidente da agremiação, Bruno Augusto, “para apalpar o pulso à população”, uma vez que no ano anterior não tinha tido a adesão desejada.

 

“Quisemos que sentissem a falta e se questionassem sobre o porquê de não se fazer. Também queremos mostrar às pessoas mais novas, algumas que entraram agora para a direcção, as particularidades desta tradição que fazemos questão de manter”, realça Bruno Augusto.

 

O Canto dos Martírios descreve quadra por quadra, todo o sofrimento, toda a agonia, todo o martírio de Cristo na cruz. Cada uma narra o sofrimento de cada parte do corpo.

 

Durante 35 minutos as três vozes vão cantar, alternadamente, 28 quadras, entoadas de forma melodiosa e melancolicamente, enquanto à volta certa de 40 elementos do Rancho da Boidobra, trajados a rigor, com vestes que não são as que utilizam normalmente no grupo de folclore, se misturam com a população, “para ajudar a criar o ambiente”, e assistem ao momento solene.

 

“Os Martírios são um exemplo bem vivo de como eram os cânticos quaresmais. Contam, quadra por quadra, todo o sofrimento, toda a agonia, todo o martírio de Cristo na Cruz. Cada quadra narra-nos o sofrimento de cada parte do corpo de Jesus Cristo, desde o cabelo aos pés. Tendo, com o desenrolar do cântico, uma sequência certa que se sucede de quadra para quadra, havendo prejuízo para o mesmo de se saltar alguma”, explicam os responsáveis do grupo.

 
Ana Ribeiro Rodrigues
 
Tags: Martírios, Boidobra
Classificar artigo: 
   
 
Comente Comente     Imprimir Imprimir     Enviar artigo Enviar artigo
Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado
Entrar ι Registe-se
!!SQL|3|open|select nome, email from REGISTO where id='@@CS|usrid@@'!! !!SQL|3|close!!
O Seu Nome:
O Seu E-mail:
O Nome do Amigo:
O E-mail do Amigo:
A sua Mensagem:
Código de Segurança:
Confirme o Código de Segurança.
Por favor insira os 6 caractéres que estão presentes na imagem.
A inserção dos caractéres é sensível a maiúsculas e minúsculas (case sensitivity).

EDITORIAL

A Europa lá e nós por cá!

Luís Freire       Editorial

OPINIÃO

Achegas para a história do Ferro

Carlos Madaleno
Editorial

 


Anúncios Imobiliários
 

Moradia T5


Moradia T5

Para: Venda
Buarcos e São Julião, Figueira da Foz

Consultar

Apartamento T3


Apartamento T3

Para: Venda
Castelo Branco, Castelo Branco

Consultar

Moradia Isolada T4


Moradia Isolada T4

Para: Venda
Castelo Branco, Castelo Branco

Consultar

Apartamento T3


Apartamento T3

Para: Venda
Santo António dos Olivais, Coimbra

Consultar

NC TV
 


Inquérito   Inquérito


Jornal Notícias da Covilhã Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco, expertmedia, xmedia