Director Fernando Brito | Fundado em 1913 | Assinatura | Contactos | Publicidade | Ficha Técnica
Entrar | Registe-se | Ajuda
Banner Topo Direita
O semanário mais antigo
do Distrito de Castelo Branco
tempo 19 ºC
Covilhã
Quinta-Feira, 25 de Maio
|
|
|
|
|
|
Subscrever RSS Feed RSS Feed
Onde estou? » Secções » Religião

Bispo pede mais atenção às famílias

2017-02-08
 


 
Entrevista a D. Manuel

 

 

A Diocese optou por trazer para as jornadas de formação do clero o tema da Família, partindo da última exortação apostólica do Papa Francisco. Que pertinência tem este tema no momento?

 

D. Manuel Felício: A “Amoris laetitia” é uma nova forma de olhar para as realidades das famílias, com uma intuição diferente. Apesar de ser um documento onde se observa a tradicional doutrina da Igreja, abre um espaço para a formação das consciências, algo de novo que o Pontificado de Francisco nos trouxe. Este facto implica que os pastores possam ajudar os leigos a ser fiéis à sua consciência, sem lhes impor nada, mas ajudando na formação desta. Estas jornadas servem para esclarecer os sacerdotes a que possam informar as pessoas sobre muitas matérias que desconhecem, apresentar-lhes a doutrina da Igreja e depois estarem disponíveis para acompanhar naquilo que o Papa tanto pede: que todas as pessoas, implicadas num processo de insucesso matrimonial, possam fazer um exame de consciência sério. Este exame de consciência tem de colocar várias interrogações à pessoa: como se encara a opção pelo matrimónio, os filhos das relações anteriores, a justiça ou a injustiça sobre o cônjuge abandonado e como se sentem essas pessoas diante da comunidade. Diga-se porém, que nós não somos domesticadores, nem dominadores de consciências. A Igreja ajuda a formação das consciências e respeita as decisões que as pessoas tomam. Estas intuições que os dois últimos Sínodos sobre a família e a “Amoris laetitia” nos trouxeram são uma responsabilização para que a Igreja continue a acompanhar as famílias em todas as circunstâncias e dimensões.

 

Acha que a Igreja acompanha o pensamento e vontade do Papa na forma como se encaram os problemas relacionados com a família?

 

Não há dúvida que, dentro da doutrina tradicional, o Papa introduziu a novidade. Esta novidade prende-se com a atenção que a Igreja deve aos casais e aos casos concretos de famílias que fazem um caminho sob a luz de Deus. Tudo o que é novo, precisa de uma recepção. Por isso, aqui na Diocese, promovemos estes dois dias para recebermos os ensinamentos da Igreja.

 

(Entrevista completa na edição papel)

 
NC
 
Tags:
Classificar artigo: 
   
 
Comente Comente     Imprimir Imprimir     Enviar artigo Enviar artigo
Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado
Entrar ι Registe-se
!!SQL|3|open|select nome, email from REGISTO where id='@@CS|usrid@@'!! !!SQL|3|close!!
O Seu Nome:
O Seu E-mail:
O Nome do Amigo:
O E-mail do Amigo:
A sua Mensagem:
Código de Segurança:
Confirme o Código de Segurança.
Por favor insira os 6 caractéres que estão presentes na imagem.
A inserção dos caractéres é sensível a maiúsculas e minúsculas (case sensitivity).

EDITORIAL

Construtores da Paz

Fernando Brito       Editorial

OPINIÃO

Editorial

 


Últimas
Mais comentados
Mais lidos

No Estabelecimento Prisional da Covilhã há voluntários que prestam apoio espiritual, cultural, que organizam acções educativas, desportivas, e que levam roupa e produtos de higiene a quem não tem apoio familiar

Anúncios Imobiliários
 

Moradia Isolada T4+1


Moradia Isolada T4+1

Para: Venda
Podentes, Penela

Consultar

Terreno


Terreno

Para: Venda
Sebal, Condeixa-a-Nova

Consultar

Moradia Geminada T2+1


Moradia Geminada T2+1

Para: Venda
Quiaios, Figueira da Foz

Consultar

Apartamento T2


Apartamento T2

Para: Venda
Buarcos, Figueira da Foz

Consultar

NC TV
 


Inquérito   Inquérito


Jornal Notícias da Covilhã Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco, expertmedia, xmedia