Director Luís Freire | Fundado em 1913 | Assinatura | Contactos | Publicidade | Ficha Técnica
Entrar | Registe-se | Ajuda
Banner Topo Direita
O semanário mais antigo
do Distrito de Castelo Branco
tempo 14 ºC
Covilhã
Quarta-Feira, 20 de Março
|
|
|
|
|
|
Subscrever RSS Feed RSS Feed
Onde estou? » Homepage

O homem que durante 60 anos foi NC

2019-01-09
 


 
Padre Fernando Brito é homenageado no domingo. Ao NC conta a sua ligação ao semanário

 

Quando, aos 24 anos, deixou Loriga, concelho de Seia, em Setembro de 1959 (tinha sido ordenado padre um mês antes), Fernando Brito dos Santos, o padre Fernando, longe estaria de pensar que os próximos 60 anos seriam passados na Covilhã, e, além das funções sacerdotais que iria ter, passaria mais de meio século agarrado a um jornal. Não no sentido literal da palavra, mas com uma ligação quase umbilical a um semanário com mais de uma centena de anos: o Notícias da Covilhã (NC).

 

“Eu entrei na paróquia de Nossa Senhora da Conceição a 2 de Setembro de 1959. Como o jornal estava adstrito à paróquia, acabei por entrar nele também, pois eu era o coadjutor do padre José de Andrade. E passei também por assim dizer, a coadjutor do jornal, que se localizava em instalações precárias, na Rua Comendador Mendes Veiga. Ficava na cave de uma casa, onde estava a máquina de impressão, ali ao lado do Abrigo dos Pequeninos” explica ao NC o seu ex-director, que no passado mês de Dezembro deixou o cargo. Que ocupou nos últimos nove anos, embora a ligação ao NC já exista, em diversos cargos, há cerca de 60. Desde que chegou à Cidade Neve.

 

“Acompanhei todas as mudanças”


E, como muito boa gente, foi por baixo que o padre Fernando começou. A fazer funções do mais básico que havia. Mas importantes. “ À quinta-feira íamos, eu e o padre Andrade, buscar o jornal à máquina. À mão, para levarmos para outras instalações do Notícias, de modo a dobrá-lo, cintá-lo, para poder ir para os correios. Eu vim para dobrar o jornal” graceja Fernando Brito, que diz que era “grande preocupação” do padre José Andrade, na altura director do NC, ter tudo pronto a horas. “Ele acompanhava tudo do jornal. E eu também. Na altura, o NC tinha poucos trabalhadores, para aí uns seis, mas depois foi crescendo” frisa.

 

(Reportagem completa na edição papel)

 
João Alves
 
Tags:
Classificar artigo: 
   
 
Comente Comente     Imprimir Imprimir     Enviar artigo Enviar artigo
Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado
Entrar ι Registe-se
!!SQL|3|open|select nome, email from REGISTO where id='@@CS|usrid@@'!! !!SQL|3|close!!
O Seu Nome:
O Seu E-mail:
O Nome do Amigo:
O E-mail do Amigo:
A sua Mensagem:
Código de Segurança:
Confirme o Código de Segurança.
Por favor insira os 6 caractéres que estão presentes na imagem.
A inserção dos caractéres é sensível a maiúsculas e minúsculas (case sensitivity).

EDITORIAL

Francisco faz seis anos

Luís Freire       Editorial

OPINIÃO

O convento, o capitão e o embargo de obra nova

Avelino Gonçalves
Editorial

 


Últimas
Mais comentados
Mais lidos
Anúncios Imobiliários
 

Apartamento T4 DUPLEX


Apartamento T4 DUPLEX

Para: Venda
Buarcos e São Julião, Figueira da Foz

Consultar

Terreno


Terreno

Para: Venda
São Martinho do Bispo e Ribeira de Frades, Coimbra

Consultar

Herdade


Herdade

Para: Venda
Boidobra, Covilhã

Consultar

Apartamento T4


Apartamento T4

Para: Venda
Buarcos e São Julião, Figueira da Foz

Consultar

NC TV
 


Inquérito   Inquérito


Jornal Notícias da Covilhã Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco, expertmedia, xmedia