Director Luís Freire | Fundado em 1913 | Assinatura | Contactos | Publicidade | Ficha Técnica
Entrar | Registe-se | Ajuda
Banner Topo Direita
O semanário mais antigo
do Distrito de Castelo Branco
tempo 20 ºC
Covilhã
Domingo, 16 de Dezembro
|
|
|
|
|
|
Subscrever RSS Feed RSS Feed
Onde estou? » Homepage

Semáforos sem prazo para voltarem a acender

2018-08-01
 


 
Vítor Pereira diz ser um problema que está ainda a ser analisado pelos técnicos

 

Os semáforos ao fundo da Avenida 25 de Abril, junto às escolas, estão avariados há cerca de três meses. O presidente do município diz ser um “problema de natureza técnica” que ainda está a ser avaliado e não garante que a situação fique resolvida antes do início do ano lectivo.

 

O assunto tem sido abordado pela oposição nas reuniões da Câmara da Covilhã. Na última sessão pública foi Carlos Pinto, do movimento De Novo Covilhã, que se ausentou ainda antes do período da ordem do dia, a questionar a maioria socialista sobre os “semáforos continuamente avariados” na cidade. “Estamos a falar de lâmpadas, de coisas simples”, frisou o vereador.

 

Segundo Vítor Pereira, presidente do município, “o problema é bem mais complexo” e admite que a sua resolução “está a demorar tempo demais”.

 

“Há um problema de natureza técnica que nos ultrapassa”, explica o autarca, que diz estarem em causa também cablagens. “Há ali uns problemas de ligações. Não tem só a ver com aquele sítio, também cablagem. Há ali uma série de problemas com aquele semáforo que não é apenas uma questão de colocar lá uma lâmpada”, acrescenta Vítor Pereira.

 

A substituição de cabos poderá ser necessária, embora o presidente não pormenorize, porque diz que a situação está ainda a ser analisada. “Os técnicos estão a avaliar e a ver a melhor forma e pedi, já há algum tempo, que acelerassem a resolução do assunto”, enfatiza.

 

O semáforo está localizado na confluência de várias artérias, num local de muito movimento e junto à Escola Campos Melo e à Escola Frei Heitor Pinto e Vítor Pereira diz que a falta de sinalização, nesse contexto, o preocupa, embora não tenha um prazo para que o assunto seja solucionado.

 

“Gostava que ficasse resolvido durante este Verão, para quando se iniciar o ano lectivo, até porque está junto a duas escolas e me preocupa o facto de estar aquele sítio sem sinalização”, acentua.

 

Segundo o presidente do município o problema não está dissociado da manutenção que devia ter sido feita ao longo dos anos.

 

“As coisas têm anos, vão-se deteriorando. Durante anos não foram objecto de qualquer intervenção ou preservação e agora temos de resolver”, remata.

 
Ana Ribeiro Rodrigues
 
Tags:
Classificar artigo: 
   
 
Comente Comente     Imprimir Imprimir     Enviar artigo Enviar artigo
Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado
Entrar ι Registe-se
!!SQL|3|open|select nome, email from REGISTO where id='@@CS|usrid@@'!! !!SQL|3|close!!
O Seu Nome:
O Seu E-mail:
O Nome do Amigo:
O E-mail do Amigo:
A sua Mensagem:
Código de Segurança:
Confirme o Código de Segurança.
Por favor insira os 6 caractéres que estão presentes na imagem.
A inserção dos caractéres é sensível a maiúsculas e minúsculas (case sensitivity).

EDITORIAL

Quem não vive para servir…

Luís Freire       Editorial

OPINIÃO

Chamem a polícia...

João Alves
Editorial

 


Anúncios Imobiliários
 

Loja


Loja

Para: Arrendamento
Castelo Branco, Castelo Branco

Consultar

Loja


Loja

Para: Arrendamento
Castelo Branco, Castelo Branco

Consultar

Moradia Isolada T4


Moradia Isolada T4

Para: Venda
Lavos, Figueira da Foz

Consultar

Escritório


Escritório

Para: Venda
, Covilhã

Consultar

NC TV
 


Inquérito   Inquérito


Jornal Notícias da Covilhã Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco Jornal Notícias da Covilhã - O semanário mais antigo do Distrito de Castelo Branco, expertmedia, xmedia